sábado, 14 de abril de 2012

"Si este es el futuro que me espera, no lo quiero"

Um vídeo de apenas 4 minutos tem dado o que falar no México, em pleno momento de campanha eleitoral para presidência do país. Produzido pela ONG Nuestro Mexico del Futuro, mostra crianças no papel de adultos. Até aí, não parece nada demais... Até que você repara que a maioria dos personagens são traficantes, corruptos, imigrantes ilegais e moradores de rua, retratando o que seria o futuro do México se o país continuar afundando cada vez mais na marginalidade, nos desvios públicos e até mesmo na degradação ambiental. Polêmico é pouco para descrever as cenas. Os detratores do vídeo defendem a integridade das crianças que participaram do vídeo. Quem apoia discute o teor [de fato, relevante] do vídeo, pois é justo nas eleições presidenciais que se cria aquele clima de "o que será do futuro?". O vídeo termina com uma menina mandando uma mensagem aos principais candidatos ao governo do México. Mais direta, impossível.
"Se este é o futuro que me espera, eu não o quero. Basta de trabalhar para seus partidos e não para nós. Basta de consertar o país bem por cima. Sra. Josefina, sr. Andrés Manuel, sr. Enrique, sr. Gabriel: o tempo acabou. O México já chegou ao fundo do poço. Vocês só querem a cadeira presidencial ou vão mudar o futuro do nosso país?"


A Nuestro Mexico del Futuro também produziu um vídeo onde os atores mirins comentam como gostariam que fosse o México do futuro deles. São opiniões no mínimo interessantes, onde a violência e as drogas são os alvos principais das críticas. Espontâneo ou não, consegue passar o recado do mesmo jeito.


Pessoalmente, não consigo ver mal no primeiro vídeo. Causa choque ver crianças atuando como marginais e políticos corruptos? Claro que sim! É essa a intenção, chocar. Fazer um vídeo com adultos provavelmente não chamaria nem um quarto da atenção que conseguiu - foram mais de 2,6 milhões de acessos no YouTube. E mais: todos esses pequenos serão adultos um dia, e se o país não se preparar devidamente, eles poderão, sim, acabar na rua, no narcotráfico, na imigração ilegal, na política corrupta. Então, que o candidato vencedor possa ao menos dar o ponto de partida para uma mudança positiva no México.

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

Wesley Prado é recifense, leonino, quase jornalista e nostálgico. Lembra da queda do Muro de Berlin. Simplesmente louco por quadrinhos, RPG, livros e cinema. Criador do Caixa da Memória, mas humilde demais para querer ser chamado de deus ou papai.

Nenhum comentário:

Uêba - Os Melhores Links Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!