terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Foi dada a largada para o Oscar


Jennifer Lawrence, a Mística de "X-Men: Primeira Classe" e estrela do aguardado "Jogos Vorazes", e Tom Sherak, presidente da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, durante o anúncio dos indicados. Imagem: site O Globo
E finalmente temos a lista divulgada esta manhã pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood para o Oscar 2012. Nenhuma surpresa nas indicações, como O Artista, Os Descendentes e Histórias Cruzadas (um dos que primeiro recebeu a faixa de "vai pro Oscar", no fim do ano passado). Porém, algumas ausências nas categorias principais, como o badalado Precisamos Falar sobre o Kevin, que nem aparece na lista, e o excelente Tudo pelo Poder, indicado apenas para roteiro adaptado. Até mesmo Drive passou em branco, pelo menos na categoria de melhor ator, pela tão comentada performance de Ryan Gosling (igualmente ignorado em Tudo pelo Poder).
Apesar de não ter assistido, não entendo como A Invenção de Hugo Cabret está entre os favoritos, com 11 indicações, apenas um mais que O Artista. Mais ou menos empatados, vêm em seguida Cavalo de Guerra (6), O Homem que Mudou o Jogo (5), Os Descendentes (5), Millenium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres (5), Histórias Cruzadas (4) e um injustiçado Meia-Noite em Paris (4). Curiosamente, A Árvore da Vida, um dos mais comentados filmes de 2011, para o bem e para o mal, ficou com apenas 3 indicações (filme, direção e direção de fotografia), mesmo número de Harry Potter e As Relíquias da Morte - Parte 2.


Melhor atriz já começou com uma mega torcida para Meryl Strip ganhar seu terceiro Oscar. Comenta-se que as únicas capazes de tirar dela essa conquista são Viola Davis e Michelle Williams. Para melhor ator, as indicações de George Clooney, Jean Dujardin e Brad Pitt eram mais que esperadas. Gary Oldman, pelo menos para mim, já era esperado. O nome que  mais deve ter surpreendido é o de Nick Nolte em Guerreiro (não pelo atuação, mas pelo obra indicada). Quem diria que o primeiro filme a se aproveitar dessa onda de UFC receberia uma indicação?


Apesar de ficar de fora na disputa de melhor filme estrangeiro, com Tropa de Elite 2, o Brasil estará representado no Oscar. É que Carlinhos Brown e Sérgio Mendes concorrem na categoria de melhor canção original, com Real in Rio, da animação Rio. A outra canção concorrente é Man or Muppet, do filme Os Muppets. Ou seja, 50% de chance desse prêmio ficar nas mãos de brasileiros.

Tá, eu sei, isso foi muito jogo do contente, mas quanto tivemos chances tão grandes de ganhar um Oscar?


Segue a lista completa de indicados. Clicando nos links, você assiste o trailer dos filmes. que concorrem nas principais categorias. Depois, é só buscar o nome no IMDb.com para mais detalhes. :)


Até a cerimônia, daqui a 33 dias, esperem mais posts sobre o Oscar aqui no Caixa da Memória.

Melhor Filme
O Artista
Os Descendentes
Histórias Cruzadas
A Invenção de Hugo Cabret
Meia-Noite em Paris
O Homem que Mudou o Jogo
Cavalo de Guerra
A Árvore da Vida
Tão forte e Tão perto

Melhor Direção
Martin Scorsese, A Invenção de Hugo Cabret
Woody Allen, Meia-Noite em Paris
Michel Hazanavicius, O Artista
Alexander Payne, Os Descendentes
Terrence Malick, A Árvore da Vida

Melhor Ator
Demian Bichir, A Better Life
George Clooney, Os Descendentes
Jean Dujardin, O Artista
Brad Pitt, O Homem que Mudou o Jogo

Melhor Atriz
Glenn Close, Albert Nobbs
Viola Davis, Histórias Cruzadas
Meryl Streep, A Dama de Ferro
Michelle Williams, Sete Dias com Marilyn

Melhor Ator Coadjuvante
Kenneth Branagh, Sete Dias com Marilyn
Jonah Hill, O Homem que Mudou o Jogo
Nick Nolte, Guerreiro
Christopher Plummer, Toda Forma de Amor
Max von Sydow, Tão Forte e Tão Perto

Melhor Atriz Coadjuvante
Bérénice Bejo, O Artista
Jessica Chastain, Histórias Cruzadas
Janet Mcteer, Albert Nobbs
Octavia Spencer, Histórias Cruzadas

Melhor Roteiro Original
Meia-Noite em Paris (Woody Allen)
Missão Madrinha de Casamento (Annie Mumolo e Kristen Wiig)
O Artista (Michel Hazavanicius)
A Separação (Asghar Farhadi )

Melhor Roteiro Adaptado
Os Descendentes (Alexander Payne, Nat Faxon e Jim Rash)
A Invenção de Hugo Cabret (John Logan)
O Homem que Mudou o Jogo (Steven Zaillian e Aaron Sorkin)
Tudo pelo Poder (George Clooney, Grant Heslov, Beau Willimon)
O Espião que Sabia Demais (Bridget O'Connor e Peter Straughan)

Melhor Filme Estrangeiro
Bullhead - Michael R. Roskam (Bélgica)
Monsieur Lazhar - Philippe Falardeau (Canadá)
A Separação - Asghar Farhadi (Irã)
Footnote - Joseph Cedar (Israel)
In Darkness - Agnieszka Holland (Polônia)

Melhor Animação
Um Gato em Paris
Chico e Rita
Kung Fu Panda 2
Gato de Botas
Rango

Direção de Arte
O Artista (design de produção: Laurence Bennett; decoração do set: Robert Gould)
Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 (design de produção: Stuart Craig; decoração do set: Stephenie McMillan)
A Invenção de Hugo Cabret (design de produção: Dante Ferretti; decoração do set: Francesca Lo Schiavo)
Meia-Noite em Paris (design de produção: Anne Seibel; decoração do set: Hélène Dubreuil)
Cavalo de Guerra (design de produção: Rick Carter; decoração do set: Lee Seales)

Direção de Fotografia
O Artista (Guillaume Schiffman)
Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres (Jeff Cronenweth)
A Invenção de Hugo Cabret (Robert Richardson)
A Árvore da Vida (Emmanuel Lubezki)
Cavalo de Guerra (Janusz Kaminski)

Melhor Figurino
Anonymous (Lisy Christl)
O Artista (Mark Bridges)
A Invenção de Hugo Cabret (Sey Powell)
Jane Eyre (Michael O'Connor)
W.E. (Arianne Phillips)

Melhor Documentário
Hell and Back Again (Danfung Dennis e Mike Lerner)
If a Tree Falls: A Story of the Earth Liberation Front (Marshall Curry e Sam Cullman)
Paradise Lost 3: Purgatory (Charles Ferguson e Audrey Marrs)
Pina (Wim Wenders e Gian-Piero Ringel)
Undefeated (TJ Martin, Dan Lindsay e Richard Middlemas)

Melhor Documentário de Curta-Metragem
The Barber of Birmemgham: Foot Soldier of the Civil Rights Movement (Robem Fryday e Gail Dolgin)
God Is the Bigger Elvis (Rebecca Cammisa e Julie Anderson)
Incident in New Baghdad (James Spione)
Saving Face (Daniel Junge e Sharmeen Obaid-Chemoy)
The Tsunami and the Cherry Blossom (Lucy Walker e Kira Carstensen)

Melhor Edição
O Artista (Anne-Sophie Bion e Michel Hazanavicius)
Os Descendentes (Kevin Tent)
Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres (Kirk Baxter e Angus Wall)
A Invenção de Hugo Cabret (Thelma Schoonmaker)
O Homem que Mudou o Jogo (Christopher Tellefsen)

Melhor Maquiagem
Albert Nobbs (Martial Corneville, Lynn Johnston e Matthew W. Mungle)
Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2 (Edouard F. Henriques, Gregory Funk e Yolea Toussieng)
A Dama de Ferro (Mark Coulier e J. Roy Helle)

Melhor Trilha Sonora Original
As Aventuras de Tintim (John Williams)
O Artista (Ludovic Bource)
A Invenção de Hugo Cabret (Howard Shore)
O Espião que Sabia Demais (Alberto Iglesias)
Cavalo de Guerra (John Williams)

Melhor Canção Original
Man or Muppet, de Os Muppets - música e letra de Bret McKenzie
Real in Rio, de Rio - música de Sergio Mendes e Carlinhos Brown e letra de Siedah Garrett

Melhor Curta-Metragem de Animação
Dimanche/Sunday (Patrick Doyon)
The Fantastic Flying Books of Mr. Morris Lessmore (William Joyce e Breon Oldenburg)
La Luna (Enrico Casarosa)
A Morning Stroll (Grant Orchard e Sue Goffe)
Wild Life (Amanda Forbis e Wendy Tilde)

Melhor Curta-Metragem
Pentecost (Peter McDonald e Eimear O'Kane)
Raju (Max Zähle e Stefan Gieren)
The Shore (Terry George e Oorlagh George)
Time Freak (Andrew Bowler e Gigi Causey)
Tuba Atlantic (Hallvar Witzø)

Edição de Som
Drive (Lon Bender e Victor Ray Ennis)
Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres (Ren Klyce)
A Invenção de Hugo Cabret (Philip Stockton e Eugene Gearty)
Transformers: O Lado Oculto da Lua (Ethan Van der Ryn e Erik Aadahl)
Cavalo de Guerra (Richard Hymns e Gary Rydstrom)

Mixagem de Som
Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres (David Parker, Michael Semanick, Ren Klyce e Bo Persson)
A Invenção de Hugo Cabret (Tom Fleischman e John Midgley)
O Homem que Mudou o Jogo (Deb Adair, Ron Bochar, Dave Giammarco e Ed Novick)
Transformers: O Lado Oculto da Lua (Greg P. Russell, Gary Summers, Jeffrey J. Haboush e Peter J. Devlin)
Cavalo de Guerra (Gary Rydstrom, Andy Nelson, Tom Johnson e Stuart Wilson)

Efeitos Visuais
Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2" (Tim Burke, David Vickery, Greg Butler e John Richardson)
A Invenção de Hugo Cabret" (Rob Legato, Joss Williams, Ben Grossman e Alex Hennemg)
Gigantes de Aço" (Erik Nash, John Rosengrant, Dan Taylor e Swen Gillberg)
Planeta dos Macacos: A Origem (Joe Letteri, Dan Lemmon, R. Christopher White e Daniel Barrett)
Transformers: O Lado Oculto da Lua (Scott Farrar, Scott Benza, Matthew Butler e John Frazier)

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

Wesley Prado é recifense, leonino, quase jornalista e nostálgico. Lembra da queda do Muro de Berlin. Simplesmente louco por quadrinhos, RPG, livros e cinema. Criador do Caixa da Memória, mas humilde demais para querer ser chamado de deus ou papai.

2 comentários:

Francisco Danilo Shimada disse...

Parece que as canções originais não agradaram muito este ano... Fico feliz por Real in Rio, mas é uma canção mais ou menos! De forma resumida, senti falta de Rio (animação), Project Nim (documentário), Melancolia (atriz - Kirsten Dunst), Win Win (roteiro), Shame (ator - Michael Fassbender) e Amor a toda prova (ator - Ryan Gosling). Sobre Tilda, por Precisamos falar sobre Kevin... A Academia não ouviu. @Shimadanilo

Wesley Prado disse...

Grande Shimada, você finalmente por aqui!
Obrigado pelos comentários. Realmente, canção original ficou pobre esse ano, só dois concorrentes. Thiago Soares (@thikos), da Folha PE, brincou que Madonna devia estar revoltada por não ter sido indicada. Será??? XD
Deuses, esqueci de Fassbender! Realmente, foi outro que falaram muito hoje que passou batido, assim como Tilda Swinton. Também foi estranho não ver Rio entre as animações.
Só discordo de Kirsten Dunst em Melancolia. Ela tava muito bem, mas não acho que tava digna pra um Oscar. Seja como for, foi mais um grande de 2011 que não mereceu a devida atenção. Isso talvez ainda seja consequência daquele #alok que ele deu em Cannes... :(

Uêba - Os Melhores Links Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!