terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Duas franquias, duas continuações...

... e dois graus diferentes de sucesso. Assim eu vejo (e provavelmente  a maioria dos que lerem esse post concordarão) os dois trailers que foram lançados nos últimos dias. Para os fãs da força exterminadora da escória do universo, MIB - Homens de Preto terá mais uma sequência, com direito a viagens no tempo e tudo. Ao que tudo indica, J (Will Smith) conhecerá um pouco mais a fundo o passado de seu parceiro, K (Tommy Lee Jones). O trailer não revela mais detalhes, mas mostra a preocupação da produção com o que a franquia tem de melhor: a criatividade. A previsão de estreia de MIB - Homens de Preto 3, nos EUA, é 25 de maio.



G.I. Joe, mais conhecido por nós, brazucas, como Comandos em Ação, famoso desenho e linha de brinquedos que era mania nos anos 80 e início dos 90, ganha mais um filme. G.I. Joe 2 - Retaliação traz mais referências ao clássico oitentista, com cenas de ação mais realistas, com uma estranha mistura de ousadia e comedimento (uma luta entre ninjas nas montanhas ou motos equipadas com metralhadoras me parecem mais realistas que uma Torre Eiffel virando pó ou coreografias que são um verdadeiro parkour... se não entendeu, veja o trailer do primeiro filme - ou alugue na sua locadora mais próxima). Ainda não tem data para estrear, mas tudo indica que será na temporada de férias do verão americano (fim de junho, começo de julho).

Ok, duas continuações de franquias que tem um bom número de fãs e tal. Mas a grande diferença (diria até crucial) é o grau de sucesso de cada uma. MIB veio dos quadrinhos da Dark Horse, editora americana que também trouxe O Máskara para a nossa querida cultura pop, e apesar de relativamente desconhecido, ao menos fora dos EUA, fez um sucesso estrondoso graças a roteiros inteligentes e um bom humor cínico. Os dois primeiros filmes arrecadaram mais que o dobro de seus orçamentos e renderam várias outras mídias, como action figures e um desenho animado (que era muito legal, mas não parece ter feito muito sucesso na TV aberta daqui... Isso que dá passar desenho com temática um pouco mais adulta numa faixa infantil).

Em contrapartida, G.I. Joe já era sucesso antes do filme, com uma animação que 8 em cada 10 garotos adorava - e estou levando em conta apenas o Brasil e sendo muito bonzinho nesse chute estatístico. A coleção de bonecos vale pequenas fortunas hoje em dia. Era esperado que fosse um arraso nos cinemas. Não foi. Com orçamento estimado em 175 milhões de dólares, o fiasco foi de amargar. Muito fãs comentaram a bela porcaria que era o filme e quase ninguém acreditava numa sequência. Bem, como a ganância dos estúdios não tem limites, eis que a tal sequência verá a luz do dia ano que vem. Resta saber se será outro fiasco...

= = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = = =

Wesley Prado é recifense, leonino, quase jornalista e nostálgico. Lembra da queda do Muro de Berlin. Simplesmente louco por quadrinhos, RPG, livros e cinema. Criador do Caixa da Memória, mas humilde demais para querer ser chamado de deus ou papai.

Nenhum comentário:

Uêba - Os Melhores Links Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!