domingo, 20 de novembro de 2011

Lobão e o "Lollapalooser"

Depois do barraco no palco e nos bastidores entre Peter Gabriel e Ultraje a Rigor na edição 2011 do festival SWU (veja aqui no Smooth Criminal, blog da nossa colaboradora Débora "Beeb" Leão), 2012 já promete mais confusão. Agora, o alvo é o Lollapalooza, festival famoso nos EUA, criado por Perry Farrell, vocalista do Jane's Addiction, e que terá sua primeira edição brasileira no ano que vem. E quem está disparando os petardos contra o Lolla é ninguém menos que Lobão.

Convidado para tocar no Lollapalooza made in Brasil, Lobão recusou lindamente a proposta ao saber que as bandas brasileiras, independente de quão famosas sejam, só poderão se apresentar entre 10h e 15h. Motivo: não misturar artistas brasileiros, nem mesmo fisicamente, com os estrangeiros. Oi?!?! Que tipo de festival é esse que segrega os artistas intencionalmente? Por outro lado, o quanto dessa indignação é realmente necessária? Haveria mesmo esse apartheid do rock, como Lobão está chamando, só por conta dessa escolha de horários para os brasileiros?

Deixo vocês com o próprio Lobão, num vídeo onde ele meio que inaugura uma campanha de boicote dos artistas e do público brasileiro ao Lollapalooza.

A pergunta é: onde que isso tudo vai dar? Mais nos próximos capítulos...


Wesley Prado é recifense, leonino, quase jornalista e nostálgico. Lembra da queda do Muro de Berlin. Simplesmente louco por quadrinhos, RPG, livros e cinema. Criador do Caixa da Memória, mas humilde demais para querer ser chamado de deus ou papai.

Nenhum comentário:

Uêba - Os Melhores Links Está no seu momento de descanso né? Entao clique aqui!